–  Há uma estimativa de que, hoje, ao redor do mundo, uma em cada oito pessoas vivam em favelas. Apesar da grande parte dessas habitações serem precárias, nos últimos anos intensificou-se o turismo nessas habitações mais pobres. Um hotel de luxo resolveu diminuir os ‘riscos’ de seus turistas em tais destinos e montar ele mesmo sua favela para os clientes mais ricos e poderosos terem contato direto com a “pobreza’.

O objetivo do Emoya Luxury Hotel e Spa, na África do Sul, é fazer com que seus clientes tenham uma experiência de como seria habitar em favelas. Assim, eles podem vivenciar tais maneiras sem os riscos de realmente estar em um ambiente pobre.

A diária custa cerca de R$ 200, sendo um barraco para quatro pessoas. Vale mencionar que esse valor é a metade do salário médio de um Sul-africano. Os barracos ainda oferecem internet e tem um sistema de aquecimento no assoalho. No entanto, para ter água quente tem que esquentar no fogão. As habitações são feitas com os mesmos materiais das moradias originais da região.
Qual é a sua opinião sobre isso? Comente nesta publicação, por favor! (rs)

Fonte: https://gostariadeir.com.br

Envie para os amigos Whatsapp Whatsapp Facebook