Um grupo de aproximadamente 100 pessoas formado por pesquisadores, turistas e moradores de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, se reuniu para acompanhar a passagem de baleias da espécie jubarte na cidade.

As imagens que chamaram a atenção das pessoas que estavam no local foram registradas neste domingo (23) na localidade do Mar de Fora, entre a Ponta da Cabeça e a Ponta do Focinho, no lado de fora do Pontal do Atalaia. Cerca de 50 baleias foram avistadas.

Maycon Victorino é formado em engenharia ambiental e é proprietário de uma empresa especializada no ecoturismo e em turismo de aventura aliado a conservação e educação ambiental.

Ele disse que este é o terceiro ano que aproveita o período de migração das baleias da espécie jubarte para realizar estudos, aprimorar os conhecimentos e prestigiar os mais belos espetáculos proporcionados pela natureza.

“Estamos desenvolvendo um estudo para comprovar que a cidade de Arraial do Cabo é o melhor ponto para se observar a migração das baleias. Em um período curto de tempo é possível avistá-las”, comenta o engenheiro.

Maycon disse que o processo de observação é feito em três etapas. A primeira é composta pelo check-in dos participantes e palestras ministradas por especialistas; a segunda pela saída do grupo em embarcações; e a terceira em uma trilha no Pontal do Atalaia.

“A galera tem curtido bastante essa ideia. A gente consegue prevê mais ou menos o comportamento das baleias e colocar as embarcações em direções estratégicas para acompanhar os saltos que elas dão”, contou Maycon.

O biólogo Vinícius Santos explicou o motivo das baleias promoverem um verdadeiro espetáculo através dos saltos.

Na hora que elas saltam e batem na água, o impacto ajuda a retirar as cracas indesejáveis que ficam presas nas nadadeiras. Além disso, o barulho que é feito serve de comunicação entre elas”, disse o biólogo.

Envie para os amigos Whatsapp Whatsapp Facebook